fbpx
criandomarketing@gencorio.com.brWhatsApp +55(21) 98330-4699

logo

Dia Internacional da Mulher Autoconfiante | Criando Marketing

publicado em:6/03/20 3:58 PM por: Renata Gonçalves Datas Especiais

Dia Internacional da Mulher chegando e com ele as reflexões sobre onde estamos e onde queremos chegar com esse assunto.

É fato que as conquistas das mulheres foram muitas desde o tempo de nossas bisas e vovós. O número de mulheres chefiando casas de família é de três em cada quatro lares, segundo uma pesquisa do Governo Federal. Esta é uma tendência mundial!

Mulheres em foco

A Yunus Negócios Sociais, empresa criada pelo Nobel da Paz em 2006, Muhammad Yunus, dedica-se a emprestar dinheiro para pobres e promover pequenos empreendedores.

O trabalho, que começou na Índia, está no Brasil com a Yunus Negócios Sociais. Hoje, o Grameen Bank, criado por ele para realizar os empréstimos, tem mais de 8,4 milhões de mutuários, 97% dos quais são mulheres. O Grameen desembolsa mais de US$1,5 bilhões por ano.

Sabe por quê as mulheres são o foco do Yunus? Porque a probabilidade de abandonarem a família, quando recebem o dinheiro, é infinitamente menor que os abandonos realizados pelos homens.

E porque a administração dos recursos costuma ser mais eficiente nas mãos delas. No entanto, poucas mulheres empreendedoras possuem destaque no setor, embora sejam maioria nos estágios iniciais dos negócios. Por quê?

 

Dia da mulher

Fogo amigo

Fato é que as mulheres têm se mostrado cada vez mais caçadoras, abandonando a postura passiva e mostrando as garras (pintadas de esmalte!) em áreas, antes, alcançados apenas pelos homens. Mas isso exige um mega esforço.

Embora muita coisa tenha mudado, ainda caem nas costas das mulheres uma série de obrigações com a casa, os filhos, pais idosos e também com a estética.

A cobrança muitas vezes é fogo amigo e vem das próprias mulheres, inflamando situações que tornam-se insustentáveis para essas empreendedoras-leoas. Haja autoestima e disposição!

Dia da mulher

Assumindo um lugar de destaque

Apesar de todos os avanços que as mulheres tem conquistado, a luta pela igualdade de gênero é um dos maiores desafios da mulher e principalmente da mulher empreendedora.

As mulheres ainda têm pouca representatividade em posições de destaques, principalmente no mercado de tecnologia.

Segundo a Associação Brasileira de Startups, apenas 15,7% dos empreendedores são mulheres.
Mas a tendência é que as mulheres cresçam cada vez mais!
Dia da mulher 2020

Mais escolaridade e menos autoconfiança?

A pesquisa Global Entrepreneurship Research (GEM), realizada em 2018 pelo Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade (IBQP) em parceria com o Sebrae, faz pensar.

Ela mostra que, comparado aos homens, as empreendedoras demonstraram ter mais escolaridade, principalmente as que estão iniciando um novo negócio.

Basta olhar para as salas de aula e perceber o quanto as mulheres estão sedentas pelo conhecimento. No entanto, entre os homens, a pesquisa mostra que os níveis de autoconfiança são maiores, se comparados às mulheres.

A mesma pesquisa mostra que a maior diferença entre os gêneros está nas taxas de “Empreendedores Estabelecidos” (indivíduos que possuem um negócio com mais de 3 anos). Os homens estão 6 pontos percentuais acima das mulheres (23,3% contra 17,2%).

Conclusão:

Ora bolas: se as pesquisas mostram que as mulheres têm capacidade de iniciativa, mais estudo e habilidades para criar negócios tão boa quanto a dos homens, então, onde está o problema?

Será que ainda não percebemos que o papel da mulher  mudou na sociedade atual e merece o seu reconhecimento.

Então vamos aproveitar a data para refletir.

Parabéns e sucesso a todas as mulheres!

 





Comentários



Adicionar Comentário




dezesseis − 10 =